Stupid Cupid!

E se o cupido existisse?

Anúncios

Life in a Day.

Hoje em dia, graças à internet, diariamente, temos acesso a mais informações que os jornais podem nos oferecer, e  graças a sites como o youtube (ainda estou tentando descobrir como era a vida antes dele, e o mais incrível é que ele tem apenas cinco anos de vida!), temos acessos a todo tipo de vídeos, todo tipo MESMO!

Postar vídeos no youtube já é quase rotina, mas imaginou seu dia a dia sendo parte de um documentário?

“A vida em um dia” é uma experiência global histórica para criar o primeiro longa-metragem do mundo gerado por usuários: um documentário, filmado em um único dia, por você. Em 24 de julho, você terá 24 horas para documentar um trecho da sua vida com uma câmera. As filmagens mais interessantes e originais serão editadas em um documentário experimental, produzido por Ridley Scott e dirigido por Kevin Macdonald.

Esse projeto é parte das comemorações de aniversário do site, que desde que foi criado (em 2005), coleciona histórias e mais histórias, muita gente se deu mal, muita gente se deu bem, uns ficaram famosos (veja a Geyse Arruda ;)), outros nem tanto, enfim, haja história…

O site criou uma página intitulada “minha história com o youtube” onde pessoas comuns (ou não) contam suas experiências com o youtube, é bem legal. Quando tiver um tempo sobrando dá uma clique lá 😉 #fiveyear

Afinal de contas quem é que nunca passou por isso?

Fala sério, não é frustrante quando você vai a um lugar (geralmente lanchonetes de fast foods), pede algo que no cardápio parece extremamente apetitoso, porém ao abrir a caixinha: tcharã! SURPRESA, não era nada daquilo que estava na foto?! Propaganda enganosa. Na realidade, somos vítimas disso o tempo todo, nem é preciso ir a Mc (por exemplo), basta ir ao supermercado, fazer uma compra pela internet. Nunca vou me esquecer da triste experiência que tive com a lasanha de quatro queijos da Sadia. Sempre fui muito desconfiada desses alimentos “práticos” e congelados que pela embalagem, prometem maravilhas (mais ou menos como nos desenhos animados: “basta colocar a pílula no forno e você tem um banquete em 30 segundos”), mas após meses namorando aquela “bela” embalagem, decidi arriscar, eu estava de férias e sem a menor vontade de cozinhar. E lá fui eu, toda animada e com água na boca. A primeira surpresa foi com o tamanho da lasanha! Tudo bem, eu não conseguiria comer tudo mesmo, segui as instruções, coloquei no microondas e esperei. Gente, era mais fácil eu ter colocado borracha com queijo naquele microondas! Não consegui comer nada, a aparência era tão nojenta, o sabor, idem. Parei, olhei para a caixa e depois para a “lasanha”, o que me restava fazer? Respirei fundo, peguei a “lasanha”  e joguei no lixo. “Esse negócio de praticidade não é para mim” .Tomei coragem e decidi cozinhar, pelo menos aqui a propaganda não é enganosa! 😉

Problemas na hora de bater uma boa foto?

Na era das redes sociais, agente vive procurando foto para colocar em perfil, têm até aquelas famoosas fotos de perfil do orkut (assim, de ladinho 😉 mas nem sempre é fácil bater uma boa foto, principalmente quando você é modelo e fotógrafo ao mesmo tempo haha. Nesse vídeo, dicas práticas de como bater uma boa foto de perfil, prova de que qualquer monstrengo é capaz de sair bonito na foto (sarcasmo puro). vale uma assistida, divirtam-se!

Diário de Photos.

Noah K. é um fotógrafo de 27 anos que ama a todos (teoricamente). Em 2000 ele começou um projeto muito legal chamado “EveryDay”, de lá para cá ele já se fotografou mais 3.250 vezes, o que há de genial nisso?! As fotos, geralmente tiradas em seu apartamento tem como objetivo mostrar as sutilezas do envelhecimento humano, parece bobo, mas observar o envelhecimento de uma pessoa pode ser bem interessante.

O primeiro vídeo do projeto, foi criado em 2006, a ideia dele é criar um vídeo a cada 5 anos, ou seja, ano que vem teremos mais uma amostra dessa:

Para vocês terem uma ideia da transformação, as fotos abaixo foram tiradas em 2006:

Essas daqui são dos últimos 6 meses:

O site do projeto Everyday é muito interessante, fiquei perdida entre as milhares de foto, lá você encontra várias informações sobre projeto, como começou, o por que e várias curiosidades. Ele também tem um blog – cheio de fotos bacanas, que vale a pena.

Apesar de ser um projeto bastante trabalhoso é interessante e qualquer um (com disposição e determinação) é capaz de fazer, deve ser o máximo observar esse processo, estou até pensando em fazer 😉

Mas por incrível que pareça, ele não é o único nem o primeiro a ter essa ideia genial. Quando criou o projeto, achou que fosse algo revolucionário, mas logo descobriu que um outro cara chamado Jonathan Keller, ele começou o projeto em 1998! Incrível, não?! O site dele é muito legal, cheio de projetos , vale uma visita 😉